jeudi, février 29, 2024
More
    Accueilbem-estarO que são poppers e quais são seus efeitos?

    O que são poppers e quais são seus efeitos?

    Introdução ao Poppers, uma droga recreativa

    Poppers é uma substância psicoativa frequentemente usada como droga recreativa, no mesmo espírito da maconha, cocaína ou ecstasy. Composto principalmente por nitritos, é frequentemente vendido como um líquido contido em pequenos frascos ou cápsulas, semelhante ao modo de distribuição de anfetaminas ou comprimidos de MDMA. Essa droga é inalada para obter efeitos rápidos e intensos como euforia, excitação e relaxamento, sensações buscadas também no consumo de outros psicotrópicos.

    Inalação e efeitos imediatos de Poppers

    Quando inalados, como costuma acontecer com a cocaína ou o óxido nitroso (conhecido como gás hilariante), os poppers provocam a dilatação dos vasos sanguíneos. Isso causa um aumento na frequência cardíaca e na pressão sanguínea, semelhante a estimulantes como a cafeína ou certas anfetaminas. Esses efeitos cardíacos podem ser perigosos, especialmente para pessoas com problemas cardíacos pré-existentes. Além disso, o consumo excessivo de poppers, como o de outras substâncias como álcool, heroína, GHB ou vários alucinógenos, pode causar alucinações, dores de cabeça, náuseas, vômitos, tonturas e até convulsões.

    Impacto no sistema nervoso central

    Os efeitos dos poppers devem-se à sua ação no sistema nervoso central, tal como os alucinógenos, o ecstasy ou a cetamina. Ao inalar essa droga, os nitritos entram rapidamente no cérebro, onde atuam como vasodilatadores. Isso leva a um aumento de dopamina e serotonina, dois neurotransmissores envolvidos na regulação do humor e do prazer, semelhantes ao THC e ao CBD na cannabis. O excesso de dopamina e serotonina causam uma sensação de euforia e intoxicação, semelhante ao efeito eufórico buscado com o consumo de MDMA ou outros estimulantes.

    Perigos e riscos do vício

    No entanto, o consumo regular de poppers, como a cocaína, heroína, ecstasy ou outras substâncias psicoativas, pode levar à dependência física e psicológica. Os usuários podem desenvolver tolerância à droga, o que os leva a consumir doses cada vez maiores para experimentar os mesmos efeitos.

    Sintomas de abstinência e riscos a longo prazo

    A dependência física se manifesta por sintomas de abstinência, como tremores, sudorese, irritabilidade e dificuldade para respirar. Estes também podem ocorrer após a descontinuação do uso regular de muitas drogas psicotrópicas.

    Interações e riscos à saúde

    Além de seus efeitos eufóricos, os poppers representam riscos à saúde. A toxicidade do nitrito pode causar danos aos pulmões, incluindo insuficiência respiratória, problemas cardíacos e distúrbios neurológicos. Além disso, os poppers podem interagir negativamente com outras substâncias psicoativas, como álcool, benzodiazepínicos ou narcóticos, resultando em uma overdose com risco de vida.

    Festa e uso sexual de Poppers

    Refira-se que os poppers são frequentemente utilizados em contextos festivos ou sexuais devido ao seu efeito estimulante e à sua capacidade de dilatar os vasos sanguíneos, incluindo os do pénis. Isso pode causar uma ereção prolongada e dolorosa, que pode exigir intervenção médica.

    Conclusão: uma consciência necessária

    Em resumo, os poppers são uma droga recreativa inalada, composta principalmente de nitritos. Seus efeitos incluem euforia, excitação e relaxamento, mas também podem causar efeitos colaterais como dores de cabeça, náuseas e convulsões. O consumo regular de poppers apresenta riscos à saúde, como dependência, toxicidade pulmonar e danos cardiovasculares. É importante estar ciente desses perigos antes de decidir usar este medicamento.

    Uso recreativo de drogas e seus riscos

    Poppers são um exemplo de muitas substâncias psicoativas consumidas em contexto recreativo. Entre eles, encontramos LSD, metanfetamina, cogumelos alucinógenos (psilocibina), ópio, morfina, canabinóides como o THC presente na cannabis, antidepressivos desviados de seu uso medicinal e muitos outros. Essas substâncias são frequentemente consumidas por via oral, inaladas como vapores ou solventes voláteis, injetadas ou ingeridas na forma de comprimidos.

    Os perigos do uso de drogas

    O consumo de drogas, principalmente em altas doses, é perigoso e pode trazer sérias consequências à saúde dos usuários. Existem muitos efeitos colaterais e riscos de envenenamento. Substâncias como poppers, anfetaminas ou ópio podem causar overdose, intoxicação aguda, irritação das membranas mucosas, queimaduras e até parada cardíaca.

    A inalação de substâncias voláteis, como poppers ou óxido nitroso (também chamado de gás hilariante), pode levar a problemas respiratórios, depressão respiratória e até asfixia. Os vapores dessas substâncias também podem causar irritação nasal e danos aos pulmões.

    A injeção de substâncias como a heroína pode causar problemas no local da injeção, infecções ou uma reação alérgica grave. Além disso, o uso de seringas não estéreis pode levar à transmissão de doenças infecciosas, como HIV ou hepatite.

    O uso regular de drogas também pode levar ao vício, também chamado de toxicodependência, que se manifesta como uma compulsão para usar a droga e uma incapacidade de parar de usá-la, apesar das consequências negativas. Os sintomas de abstinência podem incluir ansiedade, insônia, tremores, sonolência e outros sintomas físicos e mentais desagradáveis.

    Os efeitos cerebrais e fisiológicos das drogas

    Em nível cerebral e fisiológico, as drogas psicoativas atuam em neurônios e receptores no cérebro, alterando os níveis de neurotransmissores como dopamina, norepinefrina e serotonina. Isso pode causar sentimentos de euforia, estimulação, alucinações visuais, inibições reduzidas, sensação de bem-estar, mas também efeitos colaterais indesejados como inquietação, desorientação, ansiedade, depressão ou exaustão novamente.

    Medidas de Prevenção e Redução de Riscos

    Diante desses perigos, várias medidas de prevenção e redução de riscos são implementadas por organizações como a Agência Nacional de Segurança de Medicamentos e Produtos de Saúde (ANSM) ou o Observatório Francês de Drogas e Toxicodependência. É importante estar ciente desses perigos antes de decidir usar uma droga e procurar ajuda se você se encontrar em uma situação de dependência.

    Popular posts

    My favorites

    I'm social

    0FansJ'aime
    0SuiveursSuivre
    0SuiveursSuivre
    0AbonnésS'abonner